Ponto B. (6)

11:54

Agora, por França: Christian Dior


Nascimento: 21 de Janeiro 1905, em França (faleceu a 23 de Outubro 1957)

Com uma família abstraída de problemas financeiros, teve uma infãncia regrada e sem preocupações. Apesar do seu grande interesse pelo desenho, estudou ciências políticas, fazendo jus à vontade do pai para seguir a carreira diplomática. No entanto, esta saiu ao lado, quando após acabar o curso, Dior gastou a maioria do seu tempo a viajar e acabou por abrir uma galeria de artes, em 1927, com o amigo Jacques Bonjean.
O desafogo em que vivera a família de Dior deixou de existir e Dior ultrapassou uma grave doença sem contar com a ajuda financeira desta. 
Recuperado, começou a desenhar modelos de alta-costura para um jornal parisiense. Com isto, chegou o sucesso numa venda de uma colecção de chapéus e foi então que começou a trabalhar como assistente de Robert Piguet, estilista suiço.
Aquando da guerra na Europa, actuou como soldado no grupo de engenheiros.
Terminada, continuou a trabalhar como assistente com o estilista francês Lucien Lelong.
Em 1946, abriu a sua própria casa e apresentou a primeira colecção em fevereiro de 1947, fora descoberto um dos maiores nomes do mundo da moda.
Femininas, luxuosas e elegantes são as palavras que melhor se ajustam a todas as suas criações.
Passou pelas fragâncias e acessórios.
Durante anos, criou um império e um legado na moda que é impossível ser esquecido.
Quando faleceu, a grife foi deixada a cargo de Yves Saint Laurent, seu assistente na altura. Mas dele, já se sabe.





You Might Also Like

0 comentários